Problema no ouvido não é sinônimo de surdez

Categoria:

A perda da audição é sinônimo de preocupação. E, por conta disso, várias pessoas deixam de ir ao médico, temendo o diagnóstico que podem receber. Porém, além de esse ser um grande erro que causa sérios prejuízos à saúde, nem todo problema no ouvido está relacionado à perda da capacidade auditiva.

Sendo assim, é mais do que importante buscar ajuda especializada para saber ao certo o que você tem e qual o tratamento mais adequado para melhorar seu bem-estar. Diante disso, hoje vamos listar os principais problemas que podem acometer a saúde do ouvido. Venha com a gente!

4 tipos de problema no ouvido

A seguir, estão listadas as principais patologias que afetam seu ouvido.

1. Otite

Otite é uma infecção que pode afetar crianças ou adultos. Em geral, ela se forma na parte do ouvido médio e causa dor, vermelhidão e dificuldade para ouvir, gerando uma sensação de algo entupido. A doença pode ser causada por vírus ou bactérias, sendo desencadeada por gripes, reações alérgicas ou a partir da entrada de água na orelha.

O tratamento, em geral, é simples e feito por meio de medicamentos. Contudo, ela precisa ser tratada da forma adequada, caso contrário pode evoluir para uma otite crônica podendo, aí sim, levar à perda da audição.

2. Labirintite

Labirintite é um problema no ouvido interno, especificamente na estrutura do labirinto, que está relacionada ao equilíbrio.  Ela causa inflamação e irritação nessa estrutura, fazendo com que os nervos auditivos enviem sinais errados ao cérebro. Assim, a informação transmitida é que o corpo está em movimento mesmo quando este se encontra parado. Isso causa desequilíbrio e vertigem.

A labirintite não leva a uma deficiência auditiva, mas, caso não tratada, apresenta sintomas como aumento da pressão no ouvido, inchaço, náusea, dor de cabeça, falta de ar, entre outros.

3. Zumbido

O zumbido não é uma doença, mas um sintoma muito comum na população brasileira. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que cerca de 30 milhões de pessoas sofrem com esse problema no ouvido. Ele representa a percepção de um som que não existe, seja um apito ou chiado, um barulho de sirene ou de abelha etc.

As causas do zumbido são várias, incluindo problemas odontológicos, cardiovasculares, auditivos, entre outros. Sendo assim, é importante investigar sua origem para evitar complicações futuras.

4. Cerume impactado

Esta condição ocorre quando existe um acúmulo de cera no canal auditivo, o que acaba obstruindo a passagem do som até o tímpano. Isso causa, além da dificuldade em ouvir, dor, zumbido, prurido e até tosse. Para corrigir o problema é preciso ir até o médico, que poderá indicar algum medicamento ou remover a secreção com o uso de aparelhos específicos de sucção.

É importante ressaltar que a cera, ou cerume, é importante para a saúde auditiva, agindo como barreira de proteção. Por isso, ela não deve ser removida com hastes flexíveis (cotonetes) nem qualquer outro objeto, esse é um mau hábito  que deve ser evitado. Afinal, essa secreção, geralmente, é expelida pelo corpo de forma natural.

Como apresentamos, nem todo problema no ouvido é sinônimo de surdez ou perda progressiva da audição. Muitas vezes, o quadro é reflexo de alguma inflamação, acúmulo de cera ou outro distúrbio orgânico. Desse modo, não deixe de procurar um otorrinolaringologista sempre que notar algo estranho.

Aproveite também e compartilhe o conteúdo deste post com seus amigos e familiares, ajudando-os a cuidar melhor da saúde.

 

Ouvido abafado: o que pode ser e como tratar?

Conheça nossa loja online Loja online