O que é um aparelho auditivo retroauricular?

Categoria:

aparelho retroauricular

Você está analisando os aparelhos auditivos, mas ainda fica perdido em meio aos diversos modelos disponíveis no mercado? Bem, se esse for o seu caso, siga aqui no artigo, pois hoje vamos falar do aparelho auditivo retroauricular. Esse é o modelo mais utilizado em todo o mundo. Então, venha com a gente e descubra mais sobre ele!

Conhecendo o aparelho auditivo retroauricular

Em geral, os aparelhos auditivos podem ser divididos:

  • aparelhos de adaptação aberta;
  • receptores no canal (RIC);
  • receptores microcanal  (CIC);
  • receptores intra-canal (ITC);
  • receptores retroauricular (BTE).

Estes últimos são os modelos que ficam ajustados na parte de trás da orelha. Eles podem ter tamanhos e cores diferentes, sendo uma ótima opção para pessoas com diversos graus de perda auditiva, da mais leve até o nível mais severo.

O equipamento é simples de usar, com controles básicos para ajustes de volume e nitidez. Ele também alcança maior potência, bem como possui uma maior economia de bateria. O motivo é que, por ser um pouco maior, pode acomodar componentes de diversos tipos e tamanhos mais facilmente.

O aparelho auditivo retroauricular pode ser padronizado, ou seja, você adquire o modelo pronto, e o fonoaudiólogo faz apenas ajustes de configuração antes de entregá-lo para uso. Contudo, há também a opção de personalizá-lo. Neste caso, são feitos moldes próprios para cada paciente.

Os moldes referem-se à parte de silicone que conecta a caixa de plástico atrás da orelha ao fone que fica encaixado no canal auditivo. Eles são criados para dar mais conforto ao usuário, ajudando também o aparelho a fixar-se melhor no corpo da pessoa.

Os componentes do BTE

Depois de compreender um pouco melhor o que é o aparelho auditivo retroauricular, vamos apresentar alguns de seus principais componentes. A primeira coisa que você precisa saber é que o equipamento é dividido em três partes básicas:

  • a caixa plástica que fica atrás da orelha e onde estão os microfones, amplificadores, as baterias e, em geral, os receptores;
  • o cabo de silicone que leva o som até o canal auditivo;
  • tulipa de encaixe no canal auditivo. Alguns modelos de aparelhos, como o Pure Charge&Go  e Pure 312 , também possuem um mini receptor próximo à tulipa.

Além disso, os aparelhos auditivos têm um botão básico para aumentar ou diminuir o volume e ajustar a frequência, tornando o som mais nítido ou mais suave. Equipamentos mais modernos, como os comercializados pela Menthel, também possuem transmissores para uso por meio de aplicativos de celular, redutores de ruído e conectividade bluetooth com televisores, computadores e smarthphones.

As principais vantagens de usar o aparelho auditivo retroauricular

Você já percebeu como os aparelhos retroauriculares são funcionais, certo? Porém, além de oferecerem uma melhor qualidade de vida para quem sofre com a perda da audição, esses equipamentos têm muitas outras vantagens. Entre elas podemos citar:

  • facilidade para fazer ajustes de som e frequência;
  • durabilidade das baterias;
  • ótima captação sonora;
  • adaptabilidade a pessoas com diferentes níveis de perda auditiva;
  • ótimo custo-benefício.

E então, ficou mais fácil entender o que é um aparelho auditivo retroauricular? Com as informações vistas aqui em nosso artigo, você já pode fazer uma escolha mais consciente, analisando se o modelo apresentado atende suas necessidades. Caso ainda tenha dúvidas, é só entrar em contato com nossa equipe de atendimento clicando no banner abaixo. Teremos todo o prazer em ajudá-lo. Até breve!