Fones de ouvido causam surdez: mito ou verdade?

Categoria:
fones de ouvido causam surdez

Bateu aquela vontade de  ouvir música ou assistir a um filme  e uma de suas primeiras reações é pegar os fones de ouvido e esquecer todo o ambiente a seu redor. Esse cenário parece familiar para você? Bem, ele é mais do que comum. Além disso, serve de base para uma dúvida  recorrente: fones de ouvido causam surdez? Esse questionamento é tão importante que vem aparecendo em diversos estudos científicos.

Portanto, hoje resolvemos explicar se é mito ou verdade que o simples ato de usar fones pode prejudicar a audição. Venha com a gente para entender melhor esse assunto.

Fones de ouvido causam surdez?

A resposta para esta pergunta não é taxativa, com um simples “sim” ou “não”. Afinal, não são os fones de ouvido em si que causam surdez, mas a forma como cada um de nós utiliza esse equipamento. Assim, vários fatores devem ser analisados. Isso inclui volume do som, tempo de exposição ao barulho e, até mesmo, formato do fone. Tudo isso afeta a saúde auditiva.

Pela crescente demanda em torno do equipamento na atualidade, principalmente entre o público jovem (entre 15 e 30 anos), fonoaudiólogos, otorrinolaringologistas e outros especialistas vêm realizando pesquisas para analisar os riscos da utilização errada dos fones de ouvido.

Nesse contexto, um estudo recente da PUC Goiânia mostrou que as pessoas podem ter perda auditiva irreversível caso utilizem o equipamento em um volume muito alto. Porém, não precisa entrar em desespero e abandonar o uso dos fones, basta usá-los da forma correta.

Como utilizar fones de ouvido com segurança?

Controlar o volume do som que sai de seus fones de ouvido é uma ação simples, mas essencial para você evitar problemas futuros. Em geral, esses equipamentos conseguem chegar a uma intensidade de 120 decibéis, o que corresponde ao ruído que é percebido em show de rock. A essa potência, o tempo máximo de uso diário do fone precisa ser de menos de sete minutos para evitar danos nas células da parte mais profunda do ouvido, o que pode vir a causar uma perda de audição permanente.

Porém, se você gosta de passar muitas horas do dia ouvindo música é importante manter o volume a menos de 75 decibéis. Ou seja, se uma pessoa perto de você consegue escutar o que está em seus fones é sinal para diminuir a altura. Inclusive, alguns smartphones já trazem uma mensagem de alerta quando o usuário tenta aumenta muito o som. Assim, respeite esse aviso.

Também fique atento ao modelo de fone que está utilizando. O ideal são os supra-auriculares, ou seja, aqueles que ficam ajustados na cabeça, pois eles conseguem distribuir melhor o som e isolar o ruído externo de maneira mais efetiva. Deste modo, você não sentirá a necessidade de aumentar o volume para compensar o barulho do ambiente.

Quais os sintomas de quando os fones de ouvido causam surdez?

Quem faz uso constante dos fones de forma inadequada apresenta diversos sintomas que podem indicar problemas auditivos e, caso não haja mudança de hábitos, isso pode avançar para uma perda permanente. Sendo assim, procure um médico se você sentir:

  • zumbido frequente;
  • dor de ouvido;
  • sensação de ouvido abafado;
  • sensibilidade auditiva;
  • tontura;
  • dificuldade de entender em ambientes mais barulhentos.

O profissional pode lhe indicar um exame de audiometria e, desse modo, você consegue buscar o melhor tratamento para sua saúde.

E então, percebe como não é uma verdade absoluta que os fones de ouvido causam surdez? Contudo, é essencial usá-los com consciência, sem aumentar muito o volume do som. Caso contrário, esses equipamentos podem, realmente, causar danos irreversíveis a sua audição.