Cerume impactado: entenda o que é e os problemas gerados

Categoria:

cerume impactado

Você sabe o que significa a expressão cerume impactado? Essa é uma condição que pode afetar pessoas de diferentes idades e causar fortes desconfortos. Em alguns casos, inclusive, leva à perda da audição. Sendo assim, continue acompanhando o artigo de hoje e tire suas principais dúvidas sobre o assunto. Boa leitura!

Entendo o que é cerume impactado

Cerume impactado é o nome dado ao excesso de cera, ou cerume, que fica acumulado no canal auditivo, colidindo com a membrana do tímpano. O problema ocorre quando o corpo não consegue expelir a cera de forma natural, e o resultado é sensação de ouvido abafado . Ou seja, fica difícil escutar os sons com clareza.

Além disso, você pode ter uma perda de audição temporária, dependendo da quantidade de secreção acumulada. Afinal, as ondas sonoras não conseguem chegar de forma plena até o tímpano. Também podem surgir sintomas como zumbido, tontura, dor e infecções causadas pelo acúmulo de sujeira.

As possíveis causas do problema

A produção de cera é um importante processo realizado pelo corpo, pois ajuda a lubrificar e proteger o ouvido contra agentes externos. Em geral, a cera é eliminada naturalmente, mas, às vezes, a produção é excessiva, o que gera problemas. Contudo, você também pode estar contribuindo para esse acúmulo, principalmente se fizer uso de hastes flexíveis (cotonetes) e fones de ouvido de forma constante.

Na verdade, as hastes flexíveis, tão utilizadas para a limpeza auditiva, são verdadeiras vilãs. Ao invés de removerem, elas acabam empurrando o cerume mais para dentro do canal auditivo e, dependendo da situação, podem perfurar a membrana timpânica.

Sendo assim, o que queremos dizer é que você não deve realizar nenhuma limpeza de forma caseira na parte interna do ouvido. Caso seja necessário fazer algum procedimento, ele deve ocorrer em consultório médico.

No caso dos fones de ouvido, o problema está nos modelos intra-auriculares, ou seja, aqueles que entram no canal auditivo. Eles têm um resultado similar ao dos cotonetes, podendo fazer com que cera acabe se acumulando na região interna.

O diagnóstico e o tratamento do cerume impactado

Não existe mistério para identificar se você sofre de cerume impactado. O diagnóstico, é claro, será feito pelo médico, mas o principal sintoma a ser avaliado é a dificuldade para ouvir. A partir de então, o profissional fará um exame simples com a ajuda de otoscópio, equipamento usado para visualizar a orelha externa e média.

Caso seja constatado o problema, os tratamentos são bem simples. Entre eles estão:

  • a prescrição de remédios para diluir a secreção em excesso;
  • o uso de objetos específicos para puxar ou sugar a cera;
  • a aplicação de água morna ou soro fisiológico aquecido no ouvido.

A produção do cerume

Depois de entender o que é o cerume impactado, que tal entender, rapidamente, como ocorre a produção da cera em condições normais? Na verdade, essa secreção é produzida por células da área mais externa do canal auditivo e fica distante da região do tímpano. Ela tem o objetivo, como falamos, de filtrar impurezas, lubrificar e deixar o ouvido mais limpo.

De maneira natural, o cerume é eliminado durante o banho, quando já está na parte mais externa da orelha. Isto ocorre por meio dos movimentos da mastigação, das articulações temporomandibulares (aquelas que ligam à mandíbula ao osso do crânio) e da descamação da pele.

Como deu para perceber, o cerume impactado é algo fácil de ser resolvido, porém precisa de acompanhamento médico. Caso contrário, pode causar dificuldade persistente para ouvir, além de vários outros incômodos.

Sendo assim, cuide de sua audição: não use hastes flexíveis, tenha atenção com fones de ouvido e busque por atendimento especializado sempre que sentir algo estranho em seu corpo. Também não se esqueça de compartilhar este post nas redes sociais.

agende agora