O que você precisa saber antes de começar a usar aparelhos auditivos?

Categoria:

Quando o paciente chega ao médico com sintomas característicos, dificuldade para interagir com outros e escutar sons ambientes e queixas sobre o volume, são solicitados exames e diagnósticos para confirmar o caso de perda auditiva e o seu grau.

Esse é o seu caso? Então é provável que o médico responsável pelo seu caso tenha oferecido algumas opções para te ajudar, e uma delas deve ter sido a de fazer uso de aparelhos auditivos. Tem dúvidas sobre o assunto? Quer mais informações antes de começar a usar?

A primeira informação que podemos te passar é aquela que pode te ajudar a se tranquilizar: calma, você não é o único passando por esta situação e diversos outros pacientes passaram e estão passando por esse momento de indecisão e descobertas.

Só no Brasil, de acordo com o censo do IBGE de 2010, mais de 9,7 milhões de pessoas possuem algum tipo de perda auditiva. Isso quer dizer que 4,46% da população brasileira vai precisar buscar alternativas para garantir sua interação com outros e com o seu ambiente.

Uma ótima alternativa é o aparelho auditivo: um aparelho para surdez que se resume a um pequeno aparato tecnológico utilizado sobre a orelha para beneficiar pessoas com perdas auditivas e entregar saúde e bem-estar a quem possue algum tipo de surdez.

Para aqueles que podem se sentir constrangidos, existem os modelos mais discretos, e cada tipo e formato vai implicar em um investimento diferente. Para começar a utilizar esta ferramenta é necessário passar por consulta com o otorrinolaringologista e realizar exames audiológicos com especialistas.

O aparelho auricular é formado por: um microfone, para captar o som; um amplificador, que amplifica e processa o som;
um receptor, que transforma a energia elétrica já amplificada em onda sonora e a transmite à orelha; e uma bateria, que gera energia para todo esse funcionamento.

É comum pacientes sentirem certo desconforto, mas é necessário apontar que será necessário um período de adaptação para que, aos poucos, você se sinta confortável para utilizar o aparelho o dia todo, só retirando para tomar banho e dormir.

Graças à tecnologia, ter uma perda auditiva não significa perda de estilo ou qualidade de vida. Por meio de intervenções, como o aparelho auditivo, é possível levar uma vida ativa e normal. Assim, após alguns dias de uso você conseguirá notar o quanto ganha de qualidade de vida com essa escolha.