Como ajudar pessoas com perda de audição a usar aparelhos auditivos?    

Categoria:

A perda da audição afeta o cotidiano das pessoas de várias formas e a dificuldade de comunicação aparece como a principal delas. Para melhorar a qualidade de vida de quem sofre com esse problema existem os aparelhos auditivos. Hoje, eles possuem diversos tipos e modelos, ainda assim, há pessoas que demonstram resistência em utilizá-los. Você conhece alguém com esse perfil? Então, este artigo pode ser útil.

Ao longo do texto, vamos dar algumas dicas sobre o que falar e como agir para mostrar às pessoas com perda auditiva que vale a pena usar aparelhos que melhoram a percepção sonora. Continue com a leitura.

Dê apoio emocional à pessoa

Geralmente, quem descobre que tem perda auditiva passa por um turbilhão de sentimentos. O mais comum deles é a vergonha e, por isso, a pessoa acaba se isolando da sociedade. Nesse momento, ela precisa de apoio e reforço positivo. Esteja ao lado de quem você gosta, mostre que ela continua capaz e diga que existem tratamentos que melhoram a autoconfiança, como o uso dos aparelhos auditivos.

Explique os benefícios do aparelho auditivo

Converse com a pessoa e explique que o equipamento vai ajudá-la a ouvir melhor, inclusive em locais barulhentos. Ela poderá conversar com outras pessoas de forma mais tranquila e ouvir com mais nitidez os sons ambientes. Tudo isso vai garantir mais independência nas atividades cotidianas, inclusive no trabalho.

Mostre que o equipamento não interfere no dia a dia

Há pessoas que ficam com receio do aparelho auditivo incomodar ou ficar muito aparente. Mostre que isso não é um problema. Hoje, existem vários modelos diferentes no mercado, então, a pessoa pode encontrar o tipo que melhor se adequa às suas próprias necessidades. Ela pode procurar um tamanho ou material específico e passar o dia todo com o equipamento, só retirando-o para dormir e tomar banho.

Ressalte a melhoria que ocorre no convívio social

Como explicamos no segundo tópico, o aparelho auditivo faz com que a pessoa consiga se comunicar melhor com a sociedade. Isso significa um melhor convívio social, seja com a família, os amigos ou os colegas de trabalho. Sendo assim, as conversas conseguem ser retomadas de modo fluído, sem constrangimentos ou ruídos na compreensão da mensagem.

Entre em contato com alguém que já use aparelho auditivo

Algumas vezes, a pessoa com perda auditiva continua resistente ao uso de aparelhos independentemente do que você fale. Ela pode achar que ninguém entende o problema pelo qual está passando. Quando isso ocorre, é importante que a pessoa converse com alguém que já vivenciou essa situação, pois vai gerar um sentimento de identificação.

Assim, entre em contato com alguém que use aparelho auditivo e, se possível, peça para que a pessoa converse com quem você gosta e conte um pouco da experiência que teve. A atitude pode ajudar na quebra de várias barreiras de preconceito.

Quem sofre com perda auditiva precisa, acima de tudo, de compreensão e carinho. O passo seguinte é repassar informações sobre como ela pode melhorar a qualidade de vida com os tratamentos certos e o uso do aparelho auditivo. Esperamos que nossas dicas contribuam para você ajudar um amigo, familiar ou parceiro.