6 hábitos para que podem causar problemas de audição

Categoria:
problemas de audição - maus hábitos

Quando falamos em hábitos ruins para a saúde, o que vem a sua mente? Talvez seja levar uma vida sedentária, comer muita fritura, fumar, beber em excesso e mais algumas outras coisas. Todas essas práticas afetam o organismo de forma geral, porém existem hábitos que causam, de forma específica, problemas de audição. É sobre eles que vamos falar no artigo de hoje.

Será que você tem alguma atitude prejudicial ao seu ouvido e nem sabe disso? Então, não perca tempo e siga acompanhando.

Problemas de audição possuem causas variadas

Os problemas de audição não têm uma causa única, como a velhice ou questões hereditárias. Na verdade, eles podem surgir por fatores múltiplos, incluindo maus hábitos. Sendo assim, é importante realizar exames com regularidade e manter uma rotina saudável. Além disso, caso perceba qualquer sinal de problema, procure ajuda especializada. Desse modo, você pode realizar o tratamento adequado, evitando complicações futuras.

Hábitos que contribuem para o surgimento de problemas de audição (h2)

A seguir, estão listados alguns dos principais hábitos que prejudicam a audição. Muitos deles são bem comuns e realizados por grande parte da população.

1. Usar hastes flexíveis (cotonetes)

As hastes com a ponta de algodão, tão consumidas no mundo todo, são grandes vilãs da audição. O motivo é que elas são feitas para fazer uma limpeza externa, nas dobras da orelha, por exemplo, mas jamais devem ser inseridas no canal auditivo. Quando isto ocorre, os problemas podem ser vários. Entre eles podemos citar a perfuração do tímpano, o deslocamento dos pequenos ossos que ficam dentro do ouvido e a remoção incorreta da cera.

Na verdade, a cera, ou cerume, lubrifica o canal auditivo e evita que microrganismos entrem nele. Sendo assim, ela não deve ser removida. Isso só é feito quando ocorre alguma produção excessiva da secreção e é responsabilidade do médico. Além de tudo isso, o uso do cotonete, ao invés de remover, pode empurrar a cera mais para dentro do canal auditivo, causando prejuízos.

2. Usar fones de ouvido em um volume alto

Já fizemos um post falando apenas sobre fones de ouvido (confira aqui ) e podemos dizer que o pior problema deles é quando utilizados com um alto volume de som. Esses equipamentos passam, facilmente, dos 100 decibéis e, quando usados nessa intensidade, causam sérios prejuízos à audição. Afinal, a altura máxima de segurança não deve passar dos 75 decibéis.

Assim, sempre preste atenção se a pessoa ao seu lado consegue ouvir o som dos fones de ouvido. Em caso afirmativo, diminua o volume.

3. Não fazer check up auditivo

Assim como você faz exames de vista, de sangue, de coração etc., o check up auditivo também é importante para sua saúde. Ele é feito de forma simples, apenas com uma consulta a um otorrinolaringologista e um teste de audiometria, em geral.

O check up ajuda a detectar problemas de audição de forma precoce, o que contribui para a realização de tratamentos mais efetivos e evita o agravamento do quadro. Ou seja, é garantia de mais qualidade de vida.

4. Usar medicamentos sem orientação médica

Os remédios têm ação efetiva para determinado problema, mas também causam efeitos colaterais. Sendo assim, é sempre importante consultar um médico antes de querer se automedicar. Além disso, existem vários fármacos que são ototóxicos, ou seja, podem causar problemas auditivos e, por isso, precisam ser monitorados pelo médico. Remédios para pressão alta, tireoide e antidepressivos são alguns exemplos.

5. Esquecer o uso de protetores auriculares

Os protetores de ouvido são essenciais para diminuir o volume do som em ambientes muito barulhentos. Sendo assim, utilize-os sempre que necessário, ainda mais no trabalho, local em que você passa várias horas do dia.

6. Passar muito tempo no telefone

Quando mais tempo você passe em uma ligação telefônica, mais seus ouvidos ficam expostos às ondas eletromagnéticas emitidas pelo aparelho. Em longo prazo e de forma constante, esse é um hábito que pode causar problemas auditivos. Portanto, vale a pena reduzir o papo e deixá-lo para os momentos presenciais.

E então, ficou surpreso com o que listamos ao longo do texto? Todas as práticas apresentadas são corriqueiras em nossa vida e acabamos por realizá-las sem nem imaginar o mal que estamos causando a nossa saúde auditiva. Por isso, mude agora mesmo seus hábitos para ter uma audição plena. Aproveite e também compartilhe as informações deste artigo com amigos e familiares. Até breve!