Zumbido: como tratar este sintoma Categoria:

Zumbido é um som notório nos ouvidos ou na cabeça, na ausência de um estímulo sonoro do ambiente. Ou seja, é uma percepção sonora sem uma fonte de som externa. O zumbido não é uma doença em si, mas sim um sintoma de uma condição de saúde que afeta algum ponto da via auditiva.

Como tratar o zumbido no ouvido

O primeiro passo para o tratamento é a correta investigação da causa. O zumbido pode estar relacionado com doenças agudas, como as otites e obstrução do canal auditivo por cerume. Nestes casos, o zumbido pode desaparecer em poucos dias, se o problema for resolvido.

Já para doenças de maior gravidade, o tratamento será definido pela equipe responsável do paciente de acordo com a origem do problema. Nos casos de perda auditiva, dependendo do grau, o uso de aparelhos auditivos pode amenizar e até eliminar o zumbido.

É importante que a avaliação seja cuidadosa para afastar problemas mais sérios, como tumores da via auditiva. Apesar de raros, eles podem se manifestar inicialmente apenas com zumbido.

Determinados medicamentos também podem tanto causar quanto agravar o zumbido e a perda auditiva. Conforme avaliação médica, pode ser necessária a troca por medicações de menor toxicidade.

Para o tratamento, modificações na dieta e no estilo de vida, como a prática de exercícios físicos, e o cuidado com doenças como hipertensão, colesterol alto e diabetes, também trazem bons resultados. Na suspeita de doenças cardiovasculares, a avaliação cardiológica é importante.

Outro ponto fundamental é avaliar a repercussão que o zumbido está trazendo para a vida do indivíduo. Ajudar a pessoa a encarar o problema de forma diferente é um grande passo para o sucesso.

Ansiedade e depressão estão frequentemente associadas ao zumbido, potencializando sua percepção e, com isto, o sofrimento. Quando sintomas sugestivos destas doenças aparecem, cabe ao médico reconhecê-los para iniciar o tratamento mais adequado.

Problemas específicos, como doenças musculares e da coluna cervical e distúrbios da articulação temporomandibular são avaliados por especialista na área. Não deixe de frequentar regularmente seu médico especialista, para assim, evitar futuras complicações.